21 novembro 2008


UMA mulher acordou sem lembrar NADA

Um dia uma mulher acordou sem lembrar nada desde duas semanas dali
Dormiu e tentou resgatar a saudade e a memória que um dia existiu
Desistiu porque a vida não vinha e a moça não tinha do que se queixar
Se queixou e de queixo deixou todo mundo da casa caído no chão
Parecia que havia morrido deitada na cama pra ressuscitar
Acordada no dia seguinte sentiu que era triste sem mesmo lembrar
Nenhum dia da vida passada que tinha vivido acreditava ter
Nem um choro, nenhuma gozada e nem se era donzela sabia dizer
Em vão se sentiu sem sentido esquecera se tinha sorrido ou se não
Não fazia questão de mais nada mas me perguntava do que não sofreu
Lhe contei que o passado da história não era só seu também era meu
Recordei as diversas risadas mas disse por fim – que sofreste por mim

4 comentários:

Betina disse...

gosto muuuito!

Isabella disse...

adorei tbm!
e me lembrou um outro mais antigo...que tbm tinha gostado muito

Viviane Falcão disse...

não consigo! simplesmente não consigo parar de ler!
estou lendo seu arquivo INTEIRO sem a menor vontade de parar!!!

Andrè Dale disse...

Linda!