25 fevereiro 2009


SubliMINAR

Ela parece chuva de verão
Ela é um chope com muita pressão
Se a vida espera ela desanimou
Se a vida passa ela não me esperou

Juntou dinheiro pra pegar um taxi
Foi fazer filme na Sessão da Tarde
Bota o relógio pra apitar depois
Subiu no salto e usa maquiagem
O celular ta sempre pra vibrar
Fica mais fácil de não se estressar
Feijão por cima do arroz integral
Se é integral o leite bate mal
É compulsiva só pela pipoca
Quer ser saudável, quer ter disciplina
Ta sempre com saudade do avô
Já sai da sauna e pula na piscina
Não passaria nunca creolina
Quer ser mulher, já não é mais menina

Um dia atrás do outro ela me fascinou
E na maldade dela ela me abandonou
Sentiu claustrofobia dentro da rotina
E um dia atrás do outro a menina me fascina
Falou pra eu esperar atrás do bar
Fui procurar ela não estava lá
Depois mandou um e-mail pra justificar
Ficou subliminar

Fez promessa pra espantar o tédio
Pro mal de amor ela tomou remédio

6 comentários:

Cris Chevriet disse...

adorei...adorei

Isabella disse...

acho que conheço essa tal...

Isabella disse...

e a propósito.. adorei!

Andrè disse...

Será?

Betina disse...

gosto muito! (e sempre)

Ticiana Flarys disse...

querido! não sabia que tinha um blog, que bom!!

e como vai tudo por aí?!!

beijobeijo