09 setembro 2009

cabra SAFADO!

.
.
.
Apesar do que a mulher
Do meu compadre me falou
O vinho era Miolo.
Tolo, eu que acreditei
Que a então mulher
Do meu compadre
Me traria Periquita.

Eu trouxe o pão francês
Especial da padaria,
Um Toddy morno e pronto,
Duas taças para vinho,
E a minha companhia
Vestida especialmente
Para o vinho ao lado dela.
A bela do meu compadre
Que, quem sabe, o trairia
Comigo aquela noite –
Compadre do meu compadre
E amante da mulher dele,
Que já comia o pão francês
Que era mesmo para ela
E pro vinho que viesse com ela,
Que além de Miolo
Descia com muita culpa e
Com o pão francês da padaria
Encomendado, por que queria,
Pela mulher do meu amigo,
Que não podia traí-lo comigo!
Traísse então com outro,
Fosse atrás de amigo dela,
E não de amigo dele!
Um sujeito tão de bem,
Gente que acorda cedo
E que não tem medo
De fazer campanha da dengue,
Que atrasa a gente no verão,
Instigando esse tesão
Desesperado que dá por ela.
Mulher antiga de amigo meu!
Gente boa do bem,
Morador da favela,
Hipócrita de vez em quando
Mas defensor real daquela
História de fazer o bem
E de casar uma vez com alguém
Pra dormir junto a vida toda
E nunca trair você com ninguém,
Que dirá logo um amigo seu
Como um cabra safado feito eu!





10 comentários:

Joi disse...

cabra safaaaaaaaaaaadoo!

Cris Chevriet disse...

pão, vinho, mulher de amigo - um pouco de culpa - explosivo!

Gabi Giffoni disse...

MUITO BOM!

Daniel Belmonte disse...

Não tem medo de fazer campanha da Dengue

hahahaha
Tu é o cara!

Cris Chevriet disse...

"Esperar a hora certa chegar é algo muito parecido com esperar a hora de decidir que a hora certa chegou."

- Pode crer que vc nem vai pensar sobre isso quando as horas certas chegarem

Cris Chevriet disse...

estas tuas frases...só comento pessoalmente, é muito papo, eba!!!

Cris Chevriet disse...

ah, andré vc bem sabe que a certeza absoluta é a grande caretice...mas às vezes o difícil é segurar essa onda, comprar essa briga, administrar a coisa que bate, de precisar de certezas

Yasmin Gomlevsky disse...

Meio nordeste?

Andrè Dale disse...

Meio.

Nanda disse...

ah andré, sempre bom demais, rs