05 agosto 2009

DESMAIO

Descanse. Se esqueça. Deixa a cabeça vagar livremente. Liberte completamente a sua mente – dentro do possível. Relaxe. Não pense em pensar em nada, pense no nada e sinta, por livre e espontânea vontade, paz. Encontre onde fica a sua paz. Se acalme. Lembre das cores mais coloridas ou então do preto e do branco. Recorde as lembranças boas ou aceite os momentos mais trágicos e dolorosos – se divirta com eles. Embarque o mais que puder no que parece não fazer diferença, esqueça a sua crença e sinta-se uma pessoa melhor – ignore o lixo que você sabe ser quando dá. Desmaie. Não perca a memória e nem se aproveite dela pra se defender do profundo. Se jogue. Sinta a sensação que lhe for proposta sem pestanejos. Não apague a coerência, não esqueça a clareza, mas aceite qualquer possibilidade de subjetividade e dúvida. Saiba que Deus está lá e o ignore, tanto faz quem ele realmente é, não importa se ele lembra de você. Se depare com a criatura abstrata que você gosta de ser e abstraia isso também. Seja o mais abstrato possível. Entregue-se. Deixe o nariz escorrer. Sinta o formigamento dos braços e deixe que seja. Sinta o peso que a leveza parece ter e deixe pesar. Descarte o ego. Enfrente o medo. Não se aproveite das fantasias para fingir levar isso tudo a sério – apenas esteja. Não acredite em nada. Apenas desmaie, se acalme, relaxe, se esqueça. Descanse profundamente.


12 comentários:

Yasmin Gomlevsky disse...

faço isso na fono

Andrè Dale disse...

é o lugar ideal

Bianca disse...

Adorei... Daqui a pouco esse texto tá circulando no orkut assinado por "arnaldo jabor" ou "martha medeiros".
beijocas

Cris Chevriet disse...

amei o desmaio...!!!

Joi disse...

daqui a pouco ta na boca do pedro bial. se lembra do "sunscreen"? pois é. uma amiga americana da minha mãe que escreveu. vendeu os direitos por aproximadamente 100 mil dólares. mas o texto rendeu milhões e milhões pra quem o vinculou.

É impressionante como tem rítmo em tudo que vc escreve. A leitura vai fácil, não tem como parar no meio. Mas num é fácil pq é bobo, pelo contrário! Aliás, ISSO é q é o genial.

Te amo.

Daniel Belmonte disse...

Adorei! Não venda, publique vc e ganhe sues milhões, é muito melhor que Martha Medeiros

Priscila disse...

Fico impressionada com os textos que você escreve. Incrível o ritmo que você coloca em cada palavra.

Mais uma vez encantada com o que foi escrito!

Andrè Dale disse...

Vocês são uma delícia!

Nivinha disse...

Tenho que aprender a fazer isso! O que? Relaxar e escrever! rsrsrs
Amei tudo isso! bjs

Nivinha disse...

Ah, virei sua seguidora tá? bjs

Andrè Dale disse...

Oba!

Nanda disse...

Delícia é vc André, e tudo que nos proporciona ler. Amo muito!